Mulher

12087647_1003582876359392_4601808694302475324_o
O que estava no platônico
No platônico ainda está.
Eu não te culpo pelo amor que nunca dei,
Eu não choro as dores que nunca houveram.

Palavras não vieram pra bater meu rosto,
Não vejo motivo pra me contorcer de agonia,
Então me contorço.
Eu não beijo a boca que nunca se aproximou.

Te desejo como nunca desejei,
Mesmo que você nem suspeite.
Me sinto pura, me sinto mulher, me sinto única.
Eu não peco pecados,
Não tenho choros marcados.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s