Coração Latino

Maria Antoieta chora numa noite florida de Brumário.
Allons-y! Danse et danse, mon amour! La vie est ailleurs.
A vida é breve demais e você pode perder a cabeça.
Quem sabe a solidão ou o frio austríaco
Não se compare ao calor do Bourbon.
Hoje é noite de festa, cubra seus olhos, mascare-se.

Quero um Drácula moderno,
Corro pela Romênia. Constança, Bucareste, Transilvânia.
Suit um haiduc.
O amor suga meu sangue como uma doença.
Morro aos poucos por mim. Por prazer, efeito de morfina.
E por isso eu quero me libertar.

Como uma salsa cubana
Eu saio dançando, cantando e saltitando
Pelo salão da sua casa.
Só pra te provocar.
Pero no te quiero más.
Minha cintura zomba de você, hombre.

Minha língua está temperada,
É maldita, amaldiçoada.
Io, bella ragazza
Sou perigosa, forte como uma gladiadora
Voraz como uma leoa.

Poucos são aqueles que não tem medo
De chorar e fazer samba depois
E enfim se tornar musa de você mesmo
Rosas brancas na esquina, na encruzilhada
Quando a força não é toda
E o preto velho sabe o que o filho tem.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s